10 Anos de Mil Ave Marias


No ano de 2010 na Comunidade Católica Transfiguração, o fundador Jamir José, após ter passado por uma semana de propósito na Semana Santa rezando 7 Mil Ave Marias, ouve do Senhor um pedido especial, que seja rezado Mil Ave Marias por dia, com cinco intenções a cada mistério a ser rezado, num total de vinte intenções. Jesus também mostrou a Jamir como deveriam ser rezadas essas ave Marias. O nome do propósito seria EM ORDEM DE BATALHA. Entendeu-se que os soldados ao irem para uma batalha ficam de vigília de joelhos ou em pé, então ao recitar as Mil Ave Marias o intercessor se torna um combatente Mariano. Também entendemos que cada pessoa que faz a recita da oração tem em suas mãos uma metralhadora (terço), pois a cada Ave Maria que rezamos é uma bala de metralhadora na cabeça do inimigo. Por esse motivo é que deve ser rápida, não para terminar rápido, mas para que junto com a poderosa intercessão de Nossa Senhora alcancemos a vitória em nome de Jesus.

Hoje nós passamos de Mil ave Marias por dia, para duas mil, dividimos com nossos irmãos nas casas de missão em Garopaba, Bahia e São Bonifácio. Muitas pessoas nos pedem oração, e para melhor guardar os pedidos temos um caderno, aonde a pessoa deixa o seu nome e se compromete a rezar junto conosco 1 ave Maria por dia, e como lembrança ela leva para casa uma medalha milagrosa de Nossa Senhora das Graças. Nas nossas intenções diárias colocamos todas as pessoas que estão alistadas em ordem de batalha, e por todos aqueles que mesmo sem ter deixado o seu nome no caderno das mil, nos pedem orações.

Muitas pessoas foram atingidas com essa prática. Temos o relato de algumas graças e milagres por conta da recita dessa oração.

Uma mãe nos conta que seu filho sofreu um grave acidente de moto, a moto teve perde total. Ao chegar em casa ele falou que só estava vivo por causa da medalha milagrosa que carregava consigo. A mãe relata que essa medalha e a de Nossa Senhora das Graças, que há 1 ano atrás ela deixou o nome nas intenções das Mil Ave Marias.

Outro relato de graça que tivemos foi a restauração de um matrimônio. Um casal de idosos estava com o seu casamento destruído, prestes a se separar. Quando alguém colocou o nome deles nas intenções das mil e após seis meses o casamento estava reatado.

Temos também a cura de um câncer. Lidiane descobriu que estava com câncer, e colocou seu nome nas intenções das mil, ela atribui a cura do câncer também por essa prática.

Esses são apenas alguns casos de tantas curas e graças que já aconteceram, através dessa oração. Por intermédio de Nossa Senhora, Jesus pode derramar todas as suas bênçãos sobre nós. E pedimos a Ele que nos conceda a graça de continuarmos realizando essa devoção, que tem percorrido o Brasil todo. E que possamos cada dia mais levar o seu Santo Nome a todas as pessoas que precisam Dele. Que Deus nos abençoe e nos guarde a cada dia mais.

Cláudia Aparecida Brusamarello